quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Histórias Bizarras - Capítulo 1

Episódio de hoje:

A Vaca e o Ninja.

Cara, às vezes um ficou completamente apavorado com o que se vê por aí hoje em dia. Não, não estou falando de crimes, pobreza, tragédias e filha-da-putice em geral. Estou falando de coisas bizarras, daquelas que te fazem querer o colo da mamãe, tipo Jack Nicholson em O Iluminado. Daquelas que desafiam as leis da probabilidade, tipo ser picado por uma aranha radioativa e ganhar poderes aracnídeos. Daquelas que te fazem perguntar “Porque justo eu, caralho?”, que nem Moisés perguntou para o arbusto (ou árvore, sei lá) em chamas.

Voltávamos Bola, Soldado e eu (o burro vem na frente) do cinema, domingo, por volta de meia noite – serei obrigado a concordar se questionares a masculinidade desse encontro, caro leitor – quando, ao longe, avistamos uma caminhonete parada na sinaleira. Na caçamba era possível distinguir duas silhuetas humanóides. Até aí tudo normal. Mas é quando uma situação parece normal é que a bizarrice se potencializa. Quando chegamos perto, para assombro geral, percebemos que na caçamba estavam uma vaca, com uma long neck na mão, e um ninja, a dupla mais improvável de se conjurar em qualquer viagem lisérgica. Paramos o carro atrás da pick-up e eis que a vaca pergunta para nós: “Vai um leitinho aí gurizada?”, imediatamente o ninja começa a ordenhar a mimosa sonopláticamente: “tsc, tsc, tsc”. A sinaleira abriu e aquela visão permaneceu perturbadoramente em nossas lembranças.

Supra-sumo da bizarrice master.

Abraços – The truth is out there.
Sor.

3 comentários:

Bola disse...

O burro vem na frente? por isso que tu tava dirigindo neh!? ¬¬

Sor disse...

Isso é uma referência a um episódio do Chaves.

Carol E. disse...

ahiuehiuoaheiua

chaves demais sor? ahuiehiauo

te adicionei nos favoritos do meu blog :D

(http://saladadetedio.blogspot.com)

Isso aqui tá foda demais ahuioehuihai